Carta para você

objeto-antigo-timer-fundo-numero_1150-1489
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Futuro, passado… períodos que não lhe pertencem… mas fazem parte de sua vida… de um lado o que já se foi e do outro, aquilo que sequer existiu ainda.

Antes mesmo de você eu já existo e, mesmo com sua partida, continuarei aqui. Para alguns, rápido demais e, para outros, muito devagar mas, para todos, sou o mesmo.

Se ilude quem acha que pode me parar ou avançar por mim, porque isso é fruto de como sou observado e não de quem sou na verdade.

Para qualquer pergunta a mim dirigida apenas uma resposta: Eu estou passando…

Dentro de você, posso estar correndo ou parado em diferentes áreas ao mesmo tempo e com a mesma ilusão de que sou eu quem o faz quando, na verdade, é a tua percepção que me coloca assim e, independente de como me vê, correndo ou parado, eu estou passando e você me perdendo…

Que tal me abraçar? Que tal me sentir? Você irá se surpreender em como posso te ajudar sendo aliado e não inimigo.

Confie em mim e posso te dar maturidade e não se engane pois, a maneira como te dou essa maturidade pode machucar as vezes, mas sempre irá te dar crescimento.

Tente me controlar e plante a ansiedade, tente me esquecer e plante a culpa… A única coisa que peço a você, para que eu possa atuar com todas as minhas forças em sua vida, é que você volte ao ponto em que eu parei ou deixe o ponto em que ainda nem aconteci, para viver o melhor que posso te dar.

Experimente me aceitar e plante a expansão de todo o teu ser junto com o bem mais valioso que posso te oferecer: O PRESENTE

Ass.: O Tempo.

 

Texto: Rafael Anderson de Souza.

Compartilhe nas redes sociais

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Fechar Menu